Vem aí o festival da menor máscara do mundo: 2º Ospália – Encontro de Palhaços





Espetáculos, oficinas teatrais, lançamento de livro e revista, “palhaceatas”, conversas sobre a arte de se fazer “palhaçaria”, encontros noturnos com rodas de conversa e shows musicais locais. Assim está definida a programação do 2º Ospália – Encontro de Palhaços, um festival repleto de arte que acontecerá entre os dias 23 e 30 de outubro em Itajaí. O evento é promovido pelo Projeto Ospália (grupo que pesquisa a arte do palhaço) e é patrocinado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura.

Durante os sete dias Itajaí irá se tornar um picadeiro. Narizes vermelhos de Salvador (BA), São Paulo (SP), Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS) Chapecó (SC), Criciúma (SC) Recife (PE) e Argentina irão invadir a cidade para fomentar e apresentar uma das artes mais crescentes em todo Brasil, a arte do palhaço. De acordo com Charles Augusto, organizador geral do evento, cada vez mais os estudos nesta área conquistam adeptos. “Na região há um grande movimento em busca da ingenuidade e malandragem do palhaço. Uma das premissas para estudar esta arte, é ter o coração aberto”, aponta.

Para abrir o festival da menor máscara do mundo, no dia 23 (domingo) Toni Edson (BA) irá ministrar uma oficina gratuita sobre Teatro de Rua. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail, ospalia@gmail.com. No entanto, a Abertura Oficial do Encontro de Palhaços será no dia 26 (quarta-feira) com um Cortejo pela Rua Hercílio Luz, a partir das 15h, na Praça Vidal Ramos (em frente ao Píer Turístico). A “palhaceata” seguirá até a Casa da Cultura Dide Brandão. Estarão presentes todos os palhaços participantes do encontro, artistas da região e simpatizantes da arte. “A ação irá interferir com o nariz vermelho o cotidiano das pessoas. A intenção é divulgar e abrir com muita alegria o 2º Encontro do Ospália”, comenta Charles. Toda a comunidade está convidada a participar da abertura.
Programação diversificada

A programação está imperdível, serão promovidas mais de 15 atrações durante o Encontro. Agende-se e mostre o seu nariz: ao todo são oito espetáculos teatrais, lançamento da revista “Ospália” (segmentada para o estudo do palhaço), lançamento do livro “Palhaços do nosso povo” de Maria Lulú e Monique Franco (SP), duas oficinas teatrais, haverá também um encontro na Livraria Casa Aberta para debater como a arte do palhaço é produzida em diferentes lugares do Brasil e do mundo e ainda a participação especial da Trupe Sonora Casa de Orates (Itajaí/SC), em um dos encontros noturnos. Mais informações: www.ospalia.org.